INICIAL              INSTITUCIONAL              CURSOS              EVENTOS              NOTÍCIAS              VÍDEOS              FOTOS              CONTATO
você está em » Notícias
Data de publicação: 17/04/2018    |    Enviar por e-mail   |   Imprimir   |   Tamanho do Texto:  
DIA MUNDIAL DA VOZ

DIA MUNDIAL DA VOZ 

16 DE ABRIL

 

 

A voz é nome dado para o som feito com o uso das cordas vocais, seja pra falar, cantar, gritar, e etc. São necessários três mecanismos para gerar a voz humana: os pulmões, as pregas vocais da laringe, e os articuladores, como a língua, dentes, e os lábios.

 

É produzido um fluxo de ar pelo pulmão, que é expulso pelo diafragma e passa pelas pregas vocais. Elas fazem uma vibração e transformam esse ar em pulsos sonoros, já os músculos da laringe são responsáveis por ajustar a duração e a tensão das pregas vocais, que adequam a altura e tom da voz. Por fim, o som é articulado e filtrado pelos articuladores.

 

Dependendo da emoção que a pessoa transmite, o tom da voz pode ser alterado de diferentes formas, seja para demonstrar raiva, surpresa, ou felicidade. Ela é usada também como instrumento de trabalho para os cantores.

 

O Dia Mundial da Voz é comemorado em 16 de abril. 

 

Cuidados :

 

“Entre os principais cuidados, evitar abuso e maus usos vocais, como falar forte, alto, gritar, pigarrear e fazer ‘competição sonora’, quando conversamos alto no barulho”.

 

“Conversar bem acima do tom quando se tem muito ruído em volta, realmente, força a voz. Nessa situação, ela é produzida com esforço e intensidade elevada. O ideal é se afastar um pouco do barulho, se quiser conversar. No caso de festas, converse longe de caixas de som”.

 

Outra dica é investir numa boa hidratação, que é essencial para o bom funcionamento da voz, beber água é fundamental para todo o organismo, assim como para as pregas vocais, pois elas estando bem hidratadas, a voz é produzida de forma mais harmoniosa e sem esforço.

 

“Se o indivíduo usa a voz profissionalmente, como professores e cantores, é melhor optar por água em temperatura ambiente, pois bebidas muito geladas podem causar choque térmico e, as quentes, vasodilatação”, lembrando que realizar mudanças de temperatura para fins terapêuticos da voz, só devem ser feitas sob orientação de um fonoaudiólogo. “Deve-se também evitar comidas muito condimentadas, gaseificadas e muito ácidas para não favorecer o refluxo laringofaríngeo, que pode agredir as pregas vocais”.

 

Para quem usa muito a voz no trabalho, os cuidados devem ser redobrados. “O ideal é procurar também um acompanhamento para orientar sob aquecimento, desaquecimento e prevenção de lesões de pregas vocais”. Outro fator importante é ficar atento a alguns sintomas, já que o esforço vocal pode gerar desde fadiga até alguma lesão de prega vocal, surgindo queixa como a rouquidão. “Caso essa rouquidão persista por mais de 15 dias, fazer intervenções com exercícios específicos.

 

 
 
Leia também
 
© Conservatório Santa Cecília - Todos os direitos reservados.